Um semestre inteiro de mão na massa para além das telas!!!

Catalise uma Escola no Fernão Dias


Agosto de 2021 foi muito mais que o Mês do Cachorro Louco! Foi um mês que nos trouxe muita esperança, tendo a vacinação como uma certeza para grande parte da população, mais especificamente o público da comunidade escolar!


Foi uma época de fotos e mais fotos nas redes sociais, de todos com suas carteirinhas começando a serem preenchidas. A cada familiar e amigo que se vacinava, maior ficava nossa expectativa e emoção de voltar para o chão da escola!


Passamos a última semana deste mês fazendo o que mais estávamos com saudade: planejando atividades, criando listas de materiais e as compras, prototipando as engenhocas e organizando tudo para iniciarmos da melhor forma possível as atividades mão na massa, de maneira presencial, com os estudantes dos 9ºs do Ensino Fundamental e 1ºs anos Médio da Escola Estadual Fernão Dias Paes.


Setembro foi, finalmente, um mês de muita atividade mão na massa, planejamentos e replanejamentos e de nos entendermos com a nova dinâmica da escola, que segue em transição e buscando seus próprios caminhos. Com os estudantes realizamos atividades de conexão e vínculo - sempre com a mão na massa, claro - tais como "O que faz seu olho brilhar?”, por meio da construção de circuitos no papel movidos pela paixão de cada um e um "Crachá Caixinha" (ou “Craixinha” como ficou conhecido), em que os estudantes puderam expressar algumas de suas facetas numa linguagem 3D. Também nos aprofundamos na temática da eletricidade, com o Testador de Continuidade e o Testa Nervos e, com as turmas que tivemos mais encontros, fizemos uma atividade de Reflexão e Avaliação do Módulo 1, denominado Módulo ENERGIA. Ao todo foram 27 horas de atividades.

“Os professores sempre acolhendo a gente da melhor forma, isso foi o que mais me marcou. Eu agradeço por querer trazer eu e os outros alunos para perto” Marcelo, estudante do 1º ano E.M.

Em outubro recebemos a notícia de que, por decreto estadual, a partir de novembro a presença de 100% dos estudantes seria obrigatória na escola. Sendo assim, pensando nesse novo contexto, realizamos um novo planejamento para o segundo módulo de atividades. Cogitamos trabalhar programação com o uso do Scratch, mas priorizamos manter as turmas um pouco fora das telas, após tanto tempo de pandemia.


Para que todos pudessem estar na mesma atividade quando retornassem ao presencial, escolhemos por realizar atividades intermediárias entre os módulos.


Sendo assim, aproveitamos a oportunidade para realizar os primeiros testes com estudantes com as novas peças do Rodas de Invenções, que foram pensadas para o Kit do Rodas, parte integrante do nosso produto e serviço desenvolvidos a partir da consultoria do Hub Social em 2021. Realizamos então três diferentes Rodas de Invenções neste mês. Tivemos ainda um dia muito bacana com a proposta do Robisco - a engenhoca que rabisca - que possibilita muitos aprendizados em eletrônica e física.



Novembro foi o mês da retomada das aulas presenciais obrigatórias e assim, catalisamos mais de 20h de oficinas mão na massa. Realizamos o Módulo Movimento, que teve como ponto de partida a 3ª Lei de Newton - Ação e Reação. Ele foi composto por 4 atividades nas quais usamos um carrinho feito com palitos de sorvete e churrasco, tampinhas de garrafa e canudos, movido de 4 formas diferentes: balão, vela, elástico e ímã. Esse módulo convidou os estudantes a tinkerarem muito com os materiais, além de apresentá-los a conexões claras com o currículo. Também foram momentos muito importantes para o processo de iteração, já que o mesmo carrinho foi melhorado e readequado para cada "motor" diferente, assim como entre as tentativas de lançamento com uma mesma forma de propulsão.


“o projeto do catalisador explora muito esse lado das pessoas, a parte criativa e até liberta um pouco a nós mesmos, todos nós, para fazer algo que gostemos. Eu adorei, sempre gostei muito das aulas, pena que foram poucas, mas fico feliz que tenham acontecido e se eu pudesse definir esse projeto com uma palavra seria animação, porque sempre os professores nos trataram com empolgação e felicidade” Geovana, estudante do 1º ano E.M.


Além disso, retomamos com todo o cuidado e protocolos, a prática do trabalho em grupo, tão importante para o desenvolvimento de competências socioemocionais, criação de vínculos entre estudantes que estavam voltando para a escola após quase dois anos em casa e mal se conheciam e o espaço escolar, tão diferente daquele que frequentavam no começo de 2020.


Eles trabalharam na prática a Rotina de Pensamento Partes, Propósitos e Complexidades, ao prestarem atenção e olharem cuidadosamente para cada parte do carrinho, do chassi e entenderem a função de cada uma e como a cada desafio de um novo "motor", suas partes deveriam - ou não - ser adaptadas para o sistema continuar funcionando.


Ainda no âmbito das atividades presenciais, estivemos com os professores e realizamos a atividade "O que faz seu olho brilhar?". Para isso, os dividimos em dois grupos: um grupo recebeu um folheto com instruções passo a passo para a atividade e o outro, recebeu orientações menos detalhadas, para que construíssem a proposta a partir de um modelo.


Após o momento mão na massa, refletimos sobre as dificuldades de cada tipo de mediação, como cada um se sentiu, qual a importância de cada tipo de abordagem e quando usar uma ou outra.


Entre 30 de agosto a 30 de novembro, foram 62 HORAS DE OFICINAS que foram ofertadas para 170 estudantes no Fernão Dias, mas além disso, o Catalise uma Escola também nos trouxe outras oportunidades:


No curso Tecnologia e Criatividade realizado em maio em parceria com a SEDUC, conhecemos uma educadora, com a qual mantivemos contato e realizamos uma parceria: estivemos na E.E. Paulo Rossi em Mirandópolis, São Paulo, rodando um Roda de Invenções para 10 professores. Foi mais uma ótima oportunidade para testarmos as novas peças do kit Rodas, dessa vez com nosso outro público: os educadores e também para retomarmos as formações presenciais.



Ademais, agradecemos muito à organização social Juntos pelo Capão, com a qual firmamos uma parceria nesse segundo semestre para formações do Rodas de Invenções. Foram três momentos online, para conhecermos a equipe, apresentarmos a metodologia e vivenciarmos uma Roda completa. Depois colocamos a mão na massa e planejamos com eles uma Roda, que realizamos presencialmente com as crianças atendidas pelo projeto.



Quer se inspirar para colocar a mão na massa com seus estudantes também?

Sistematizamos as atividades, nosso aprendizados e reflexões durantes os encontros presenciais em três Guias de Atividades:

  • Craixinha

  • Carrinho movido ao que sua imaginação permitir

  • Circuitos testadores

Para baixar, é só clicar aqui!


Ao fim de mais um ano de projeto, temos certeza que:

construímos conhecimento com a mão na massa;

construímos aprendizagens significativas

e construímos conexões!



OBRIGADO E.E FERNÃO DIAS PAES

OBRIGADO INSTITUTO MRV


21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo